MARIA-CARMEN PERLINGEIRO CRONOLOGIA

2007

MARÇO
Lançamento do livro Maria-Carmen Perlingeiro, Edições IN FOLIO VD, na Livraria Travessa, Rio de Janeiro.

ABRIL
Lançamento do livro no Gabinete de Arte Raquel Arnaud, São Paulo.

ABRIL-OUTUBRO
Instalação no giratório de Cologny, de Palmiers en transit com o atelier de arquitetura 3BM3, segunda apresentação da séria de palmeiras nas caixas de transporte.

MAIO
Exposição Histoire de peaux e lançamento do livro no escritório Studer art, Genebra. Apresentação cobrindo vários anos da produção artística de trabalhos em mármore, alabastro, ouro e pele de javali.

JULHO
Lançamento do livro e exposição de Aquatiques nas paredes da livraria Archigraphy, Genebra.



SETEMBRO
Exposição Alabastros no Espace Topographique Topographie de l’Art, Paris (a convite do curador Adon Peres). Num espaço de grandes dimensões, apresentação de uma série de Objetos flutuantes, peças recto-verso, Aquatiques, Montanhas furadas e Montanhas iluminadas.







OUTUBRO
Exposição de Aquatiques no Gabinete de arte Raquel Arnaud, São Paulo, e uma série de Objetos flutuantes no centro do espaço e, principalmente, a série completa da Maestá, numa sala exclusiva.

2008

ABRIL
Instalação no Artrium UBS, Genebra, do Mundo maravilhoso dos objetos flutuantes sobre um espelho d’água.





SETEMBRO
Exposição na Pinacoteca Cívica de Volterra com trabalhos em alabastro criados na própria cidade. No espaço do subterrâneo da Pinocateca, a iluminação integral das esculturas, de dentro para fora, produziu um resultado “mágico” da obra. As Lunatiques ( entrada do espaço), as moedas em caixa de luz numa pequena caverna, três bases de Fiore iluminadas, a sala da Bela e a Fera com os Torsos e as Ziegenfell.

Uma sala com as esculturas recto-verso e outra com os Cadernos iluminados, e na escada, as Montanhas furadas.

2009

FEVEREIRO
A revista Trajectoire Magazine, de Genebra, apresenta uma reportagem sobre a artista e sua casa de estilo modernista em Vessy, Genebra.

MARÇO
Ida para Luxor, Vale dos Reis, Egito criando, in loco, esculturas em alabastro egípcio, com a colaboração de artesãos do Vale dos Reis. Execução da série de Cabeças e Cones egípcios.

JUNHO
Apresentação de Prismas (alabastro e ouro branco) na galeria Denise Renée, na Art Basel.

SETEMBRO
Participação na exposição coletiva A beleza do erro, na LX FACTORY em Lisboa, organizada e produzida por Puppenhauss – Joana Astolfi, Patrícia Bravo e Felipa de Almeida. Apresentação do trabalho Bicho de sete cabeças”, criado em 1981 e apresentado em 1982 no MAM, Rio de Janeiro. O trabalho consiste em 7 displays de metal com 82 saquinhos com a inscrição de provérbios e contendo objetos simples e de uso quotidiano.

OUTUBRO
A revista VISO, de Zurich, convida a arquiteta Inês Lamunière e a escultora Maria-Carmen para um diálogo artista-arquiteta. Publicação de fotos do atelier da artista e de projeto (casa) do escritório Lamunière-Devanthéry. de Genebra.

Exposição na FIAC dos Cones e Poliedros, no Gabinete de Arte Raquel Arnaud e dos Prismas na galeria Denise Renée.

2010

FEVEREIRO
Instalação no Z’ART, em Zermatt, da escultura intitulada Ziegenfell, realizada com pele de cabra de montanha e de esculturas em alabastro e ouro branco intitulada Full moon in Zermatt.







Durante o ano, as esculturas de MCP estão expostas do SPA do Hotel Lausanne Palace. Os Piercings, as Aquatiques e as Montanhas furadas (entrada), 3 anjos da Maestá (sala de massagens) , gotas de alabastro (corredor da piscina), Cadernos e Montanhas furadas (vitrines do SPA), Objetos flotantes (suspensos na fachada externa).





Apresentação dos Cones iluminados na galeria Denise Renée,
na Art Basel.



Apresentação dos Solados, de uma montanha furada, e de Segredos na galeria Laura Marsiaj no Volta Basel.